Página Inicial / Notícias

Segunda-Feira, 19 de Junho de 2017

Bauru prega concentracao 100% e aplicacao na defesa para ganhar Jogo 5 e levantar o trofeu de campeao inedito: todos sabem o que fazer

O Gocil/Bauru Basket entrara em quadra para o jogo mais importante da temporada na tarde deste sabado (17/06), no Jogo 5 das Finais contra o Paulistano/Corpore, no Ginásio Gigantao, em Araraquara (SP), as 14h30, com transmissao ao vivo dos canais Band e SporTV.

Apesar de ser o quinto e ultimo jogo da decisao, a equipe bauruense tera a primeira chance de conquistar o titulo, ja que saiu perdendo por 2 a 0 e nao havia tido oportunidade de fechar a serie. Agora, a primeira e ultima chance de ser campeao em situacao, em partes, familiar para o Dragao.

A ocasiao e familiar porque os comandados do tecnico Demetrius avancaram a decisao depois de virar uma serie que estava 2 a 0 contra o EC Pinheiros na semifinal, vencendo Jogo 5 como mandante por 66 a 60. Alem disso, decidiu o trofeu da edicao passada do NBB CAIXA contra o Flamengo tameém na quinta partida, mas acabou derrotado durante por 100 a 66 na Arena Carioca 2.

Unico atleta a jogar todos os Jogos 5 de Finais na historia do NBB CAIXA, o experiente Alex Garcia, capitao do Bauru, valorizou o bom momento da equipe depois das duas vitorias consecutivas na serie. Para ele, que esteve presente tambem na derrota para o Fla na temporada passada, a formula e canalizar as energias na defesa e confiar na funcao de cada um dentro de quadra.

“Estamos vindo de duas vitorias e o astral da equipe esta muito bom, mas so isso nao e suficiente. Precisamos colocar essa empolgacao na defesa e nao cometer erros, fazendo a equipe deles improvisar. Em um Jogo 5 nao tem muita coisa nova para passar, tem que focar 100% no que vem fazendo. Todos sabem o que tem que fazer, entao e preciso confiar na sua funcao e na dos companheiros, assim tudo dara certo”, declarou Alex Garcia.

Tanto as vitorias como as derrotas bauruenses na serie contra o Paulistano vieram atraves de momentos isolados – positivos ou negativos. No Jogo 1, os alvirrubros tiveram um grande terceiro quarto e abriram caminho para colocar 22 pontos no periodo final. Ja no Jogo 2, Lucas Dias fez cinco pontos seguidos no fim e deu a vitoria aos garotos da capital paulista. No Jogo 3, no Gigantao, o terceiro periodo fez a diferenca novamente e, com corrida de 16 a 1, jogou a diferenca para 15 pontos e praticamente matou a partida. E por fim, no Jogo 4, no Corinthians, Gui Deodato liderou um grande momento do Dragao depois do intervalo e ajudou a equipe a abrir vantagem valiosa de 12 pontos antes de entrar no ultimo quarto.

“Bons e maus momentos vao acontecer durante a partida, isso e inevitavel, mas nao podemos deixar esses maus momentos nos abalarem e permitir que eles (Paulistano) abram uma larga vantagem ou que recuperem uma boa vantagem nossa. Muito mais do que a consistencia de quarto a quarto, a consistencia mental tambem fara muito a diferenca”, comentou o pivo bauruense Shilton.

Um fato curioso e que o Bauru perdeu todos o primeiro quarto de tres das quatro partidas da serie. O unico que venceu foi no Jogo 3, justamente em Araraquara, palco do duelo derradeiro deste sabado.
O momento e totalmente favoravel ao Bauru, que venceu tres partidas consecutivas nas tres series de playoffs que disputou nessa temporada, contra Macae (3 a 0), Brasilia (3 a 2) e Pinheiros (3 a 2), esta a um passo de concretizar o feito mais uma vez e ainda por cima soltar o grito de campeao pela primeira vez na historia.

“Agora e a hora de colocar em quadra o trabalho de toda a temporada. E claro que nosso momento e bom e sabemos disso, mas nao levamos isso para a quadra. O trabalho que fizemos o ano inteiro somado a nossa motivacao e a nossa experiencia nos dao grandes chances de sairmos vitoriosos amanha”, concluiu Shilton, de 36 anos, bicampeao do NBB CAIXA com o Flamengo (2012/2013 e 2013/2014).

fonte: lnb.com.br

Últimas Notícias
  • Vídeos
  • Casa de Carnes Ribeiro Itaocara