Página Inicial / Notícias

Segunda-Feira, 17 de Setembro de 2018

Em jogo de reviravoltas e virada nos últimos minutos, Maringá derrota Flamengo e alcança a primeira vitória na LDB 2018

Emoção foi o que não faltou no jogo desta segunda-feira entre Country Club/PMM Maringá (PR) e Flamengo na oitava edição da LDB – Liga de Desenvolvimento de Basquete. Com emoção do inicio ao fim, o Maringá segurou a pressão do rubro-negro e venceu a partida, pelo placar apertado de 77 a 74.

O Campeonato Brasileiro Interclubes – Liga de Desenvolvimento de Basquete é uma competição nacional Sub-20 de clubes organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com apoio da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e parceria do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC)

Ninguém parou: Pelo Maringá, três atletas marcaram 70% dos pontos do time e contribuíram ativamente para a primeira vitória da equipe na competição: o ala/pivô Brandalise (20 pontos), o ala/armador JJ (18 pontos) e o ala/pivô Mãozinha (16 pontos), que ainda pegou 11 rebotes e registrou um duplo-duplo.

Põe na conta: Com o resultado, o Maringá conquistou sua primeira vitória na LDB 2018, após perder na estreia para o Sesi Franca. Já o Flamengo, com a derrota, ficou com campanha de cinco vitórias em sete jogos e permaneceu na quarta colocação do torneio, com 71,4% de aproveitamento.

Fala aí, Mãozinha: “Desde o começo quisemos fazer o nosso jogo, dentro do nosso sistema e do que andamos treinando, independente do adversário. Por termos feitos dois primeiros quartos muito acirrados, vimos que se jogássemos certinho, dentro do sistema e com uma defesa muito forte, iriamos fazer um bom jogo e até chegar a vitória. Continuamos escutando nosso treinador mesmo após eles abrirem dez pontos no terceiro quarto”, disse o ala/pivô do Maringá, Mãozinha.

Matador: Se analisarmos somente os números de João Matheus, do Flamengo, a equipe carioca mereceria a vitória. O jovem armador marcou sozinho 27 pontos e foi peça fundamental do time no jogo. Além dele, o pivô João Vitor alcançou um duplo-duplo, com 11 pontos e 12 rebotes. Os dois juntos converteram 38 pontos, cerca de 51,3% dos pontos do jogo.

Fala aí, João Matheus: “O primeiro tempo foi crucial para o resultado do jogo, por que entramos de um jeito que não estamos acostumados. Voltamos do intervalo um pouco melhor, mas claro que após uma sequência de jogos que tivemos no Rio de Janeiro isso iria acontecer. O que também nos atrapalhou foi mais o lado psicológico do que o cansaço em si. Depois que eles entraram no jogo ficou complicado, nessa situação é difícil tirar qualquer time”, disse João Matheus, armador do Flamengo.

Início parelho: O primeiro tempo foi muito acirrado com um atleta em especial chamando atenção. O armador João Matheus, do Flamengo, foi o autor de 17 pontos, mas quem se sobressaiu no primeiro tempo foi o Maringá, por 37 a 39, com uma virada no final do segundo quarto após dois pontos convertidos pelo ala Mãozinha.

Pressão no fim: Com um segundo tempo equilibrado e de muita alternância no placar, o Flamengo foi o primeiro a tomar a dianteira no inicio do terceiro período, e conseguiu abrir dez pontos de vantagem no final da parcial, quando vencia por 61 a 52. Já nos últimos dez minutos o Maringá mudou a postura, conseguiu virar o jogo e segurou o resultado positivo até o fim, com grandes atuações de Mãozinha, Brandalise e JJ, que fizeram 23 dos 25 pontos da equipe na parcial.

Fala aí, comandante: “Não se faz nada da noite do para o dia. Vimos o time do Flamengo jogar e planejamos as possibilidades. A partir daí coloquei o que era pra fazer na cabeça deles e eles executaram. Tenho uma certa experiência, mas eles estão de parabéns por conseguirem por em prática tudo que foi falado”, disse Jaminson Silva, treinador do Maringá.

Fala aí, comandante: “Uma hora o time ia sentir, e hoje ficamos travados e não conseguimos reeditar as defesas que fizemos até agora. Já é o nosso sétimo jogo seguido, e como viemos cansados não conseguimos raciocinar muito bem dentro de quadra. São lições que a gente aprende, mas ainda estamos no topo da tabela. Agora vamos descansar e dar sequência nos jogos que temos pela frente. Não posso culpar nenhum garoto, porque o que eles estão fazendo e algo fora de série. Quando se joga essa quantidade de jogos em 11 dias, uma hora o cansaço ia ser superior a vontade”, afirmou Paulo Chupeta, treinador do Flamengo.

Próxima parada: Dono da quarta melhor campanha da LDB, o Flamengo voltará a atuar nesta terça-feira (18/09), às 16h45, no Ginásio Palácio de Cristal, contra o Sesi Franca. Já o Maringá, que conheceu sua primeira vitória nesta edição do campeonato, enfrentará o Praia Clube, também nesta terça-feira, às 14h30.

Fonte: lnb.com.br

Últimas Notícias
  • Vídeos
  • Itaocara Casa de Carnes Ribeiro